Quem se casou com Mobutu Sese Seko?

Bobi Ladawa Mobutu se casou com Mobutu Sese Seko .

Marie-Antoinette Gbiatibwa Gogbe Mobutu se casou com Mobutu Sese Seko .

Mobutu Sese Seko

Mobutu Sese Seko

Mobutu Sese Seko Nkuku Ngbendu wa Za Banga GColIH (Lisala, Congo Belga, 14 de outubro de 1930 — Rabat, Marrocos, 7 de setembro de 1997, o seu nome significa em português: O Todo Poderoso Guerreiro que, Por Sua Força e Inabalável Vontade de Vencer, Vai de Conquista em Conquista, Deixando Fogo em Seu Rastro. Seu nome de batismo era Joseph-Desiré Mobutu) foi o presidente do Zaire (atual República Democrática do Congo) entre 1965 e 1997. Com uma imagem marcada pelo uso de um barrete de pele de leopardo e uma bengala, fica para a história contemporânea de África como um dos mais poderosos governantes do continente.

Mobutu alistou-se em 1949 no exército, como sargento da Força Pública congolesa. Envolveu-se na luta pela independência, que foi conseguida em 1960, exercendo então o cargo de secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros.

Afastou-se depois da política, mas não da actividade militar, esfera em que foi consolidando a sua influência até que ela se tornou um incontornável poder de facto no país. Decidiu-se por uma iniciativa militar, em 1965, que afastou o presidente e o primeiro-ministro, declarando-se Mobutu seu herdeiro espiritual. Dissolveu a Assembleia Nacional e assumiu a titularidade de todos os poderes (Legislativo, Executivo e Judicial), em regime de partido único, de tal forma que o seu nome se veio a confundir com o próprio Estado.

Perante a comunidade internacional, alegou ser o único a garantir da unidade de um país multiétnico e, apesar da sua política ditatorial, foi apoiado pelos países ocidentais, que não queriam ver instalado um regime comunista em tão importante região africana. Em 1971, Mobutu mudou o nome do país e do importante rio internacional, ambos Congo, para Zaire.

Mobutu governava um dos países mais ricos do continente (entre outras potencialidades económicas, merece destaque a exploração de metais e pedras preciosas), mas o seu povo vivia cada vez mais abaixo do limiar da pobreza. A dívida externa chegava a atingir os 12 bilhões de dólares. Em simultâneo, a fortuna pessoal de Mobutu, quase toda no estrangeiro, subia para índices estimados hoje em cerca de 7 bilhões de dólares. O presidente concentrava nas suas mãos uma grande parte do Produto Nacional Bruto do país.

Em 12 de dezembro de 1984 foi agraciado com o Grande-Colar da Ordem do Infante D. Henrique.

Em 1997 o regime de Mobutu chegou ao fim. Após 32 anos no poder, o "Grande Leopardo" (como era por vezes apelidado) viu-se obrigado a abandonar o país, deixando o poder a Laurent-Désiré Kabila, que durante muitos anos lhe vinha movendo uma luta de guerrilha. Morreu de câncer de próstata no exílio em Rabat, Marrocos, em Setembro de 1997.

 Leia mais...
 
Wedding Rings

Bobi Ladawa Mobutu

Descrição em Português não encontrada, só temos uma descrição em inglês:

Bobi Ladawa Mobutu (born 2 September 1945) is the second wife and widow of Mobutu Sese Seko, who ruled Zaire (now the Democratic Republic of the Congo) as president between 1965 and 1997.

She was born at Dula in the western province of Équateur and attended a Roman Catholic convent school in the capital Kinshasa before embarking on a teaching career. In the 1970s, she became the mistress of President Mobutu. She bore his children before his first wife, Marie-Antoinette, died in 1982. She married Mobutu in both church and civil ceremonies on 1 May 1980, on the eve of a visit by Pope John Paul II. The pope refused Mobutu's request to officiate over the ceremony.

The couple had a total of four children — three sons, Gyala, Ndokula, and Nzanga, and a daughter, Toku. Bobi Ladawa, who was customarily addressed as "Citizen Bobi" or "Mama Bobi", frequently accompanied her husband abroad. She promoted issues such as health, education and women's rights. She was also reportedly deeply involved in the extravagant corruption that characterised Mobutu's rule. In 1996, a government minister who feared that he was about to be sacked in an upcoming cabinet reshuffle flew to Mobutu's palace at Gbadolite to visit the president and his family, carrying a million US dollars in his briefcase as a gift for Bobi Ladawa. When the reshuffle came, he was promoted to deputy prime minister.

Mobutu was overthrown in May 1997 and fled into a luxurious exile, eased by the billions of US dollars that he had embezzled during his rule. Bobi Ladawa accompanied him to his eventual final place of exile in Morocco, and was at his bedside when he died from prostate cancer in September 1997. She remains in exile with her twin sister Kosia, and reportedly divides her time between Rabat, where Mobutu is buried, Faro, Portugal, where the sisters own properties, and Brussels and Paris.

 
 

Mobutu Sese Seko

Mobutu Sese Seko
 
Wedding Rings

Marie-Antoinette Gbiatibwa Gogbe Mobutu

Marie-Antoinette Gbiatibwa Gogbe Mobutu

Descrição em Português não encontrada, só temos uma descrição em inglês:

Marie-Antoinette Mobutu (born Marie-Antoinette Gbiatibwa Gogbe Yetene; c. 1941 in Banzyville), also known as Mama Mobutu was the first wife of Mobutu Sese Seko and First Lady of Zaire.